Home  |  ARCA Brasil  |  Imprensa  |  Mapa do site  |  Contato

Conteúdos on-line: Animais de produção - Galinhas


A galinha e o galo são, respectivamente a fêmea e o macho da espécie Gallus gallus domesticus. Frango é a denominação para os jovens da espécie e pintos ou pintinhos para os filhotes.

Diferentemente de outras aves, estes são animais de porte médio, com grande capacidade de locomoção e com um comportamento alimentar variável o que as permite ocupar diferentes ambientes. São animais sociais, formam uma hierarquia linear onde cada indivíduo ocupa uma posição bem definida que influencia seu comportamento ao longo da vida. Coordenam suas atividades de forma que possam tomar banho de areia, forragear (*), empoleirar, construir seu ninho. Exibem também outros comportamentos, tais como esticar e bater as asas, ruflar (*) as penas, etc. denominados comportamentos de conforto.

Em condições naturais as aves escolhem lugares altos (ramos de árvores) para descansar e fugir de predadores. Forrageiam e tomam banho de areia para manter a plumagem em boas condições e eliminar ectoparasitas. E, como comportamento natural mais predominante nas galinhas, construir seu ninho em locais protegidos onde botam e chocam seus ovos.

Os bicos destas aves são bastante sensíveis e elas os utilizam assim como nós humanos usamos nossas mãos: para explorar o ambiente, selecionar o alimento e comer, limpar suas penas, fazer seu ninho, entre outras atividades. Forrageiam arranhando o solo com suas unhas (ciscar) e bicando o chão. Podem bicar o chão milhares de vezes em um mesmo dia, entretanto consomem apenas a quantidade suficiente de alimento para satisfazer as suas necessidades de nutrientes.

Sua capacidade de comunicação é bastante desenvolvida e podem usar diferentes tipos de vocalização, por exemplo, para avisar se o predador vem por terra ou pelo ar.

Ao contrário da crença comum, estas aves conseguem voar, mas são vôos rasantes e curtos. Isto porque entre outros motivos, seus ossos pneumáticos, os sacos aéreos e a musculatura peitoral e das asas, não são muito desenvolvidos.

(*) Forragear = Ceifar forragem em; remexer, procurar por alimento e se alimentar;
(*) Ruflar = Agitar; encrespar (as asas, as penas), para alçar vôo.


Links Relacionados


- Gaiolas em Bateria

- Celas de Gestação e Parição